Levados Pela Poesia

domingo, 25 de março de 2018

OP.2 N.7 - ESTRANHOS ESTRANGEIROS

O que ser humano é, afinal?
Não nos conhecemos,
Não conhecemos uns aos outros,
Não sabemos nos definir.
Pensamos sempre em sentir, sentir.

A verdade é que não conseguimos,
Somos tão estranhos.
Somos estranhos,
apenas tentando compreender a vida.
A vida que pode ser maravilhosa,
Mas que na verdade é tenebrosa,
Pois nós criamos isso.
O ser humano, deixou de ser humano,
A partir do momento em que se sentiu importante.

A natureza realmente
Nunca precisou de nós...
E nunca irá precisar,
Somos visitantes nesse mundo,
Em um mundo que poderia ser da paz,
Um mundo que poderia ser do amor,
Um mundo que poderia ter valor,
Infelizmente, somos estranhos.

Em um mundo,
Onde os animais protegem sua espécie,
Onde os bichos defendem sua família,
Onde os pássaros não são presos à gravidade.
Somos estranhos em um mundo de paisagens,
Estranhos em um mundo de belezas,
Não passamos de estranhos estrangeiros,
Viemos tarde, mas partiremos cedo.

- Augusto Fossatti 

Nenhum comentário:

Postar um comentário