Levados Pela Poesia

segunda-feira, 9 de abril de 2018

DESGOSTO CONTEMPORÂNEO

Vou encontrá-la.
O vento a leva, 
Está flutuando no vapor da cidade,
Na fumaça dos cigarros,
Nos escapamentos dos carros sujos.

Veja só, a luz do lugar escuro,
Que filme é este?
O mar nos engole,
O chão treme.

Suspiro com meu suco em mãos:
Laranja artificial com maçã.

Vou encontrá-la.
Estava sentada,
Feliz, eu a vi.

Uma moça bonita quero tomar em meus braços, 
Posso pegá-la?
Não se encontrá-la.

Sim, a raiva me traz vida, 
Vou encontrá-la.

Como posso me inibir assim?
Ah, quanta desilusão!
O romance não existe.
Vou encontrá-la.

Janeiro de 2018,
Thais Poentes

Nenhum comentário:

Postar um comentário