Levados Pela Poesia

domingo, 22 de abril de 2018

POR CAUSA DO MOTIVO DA RAZÃO

Palavras azuis...
Estão todas aqui,
Escorrem pela folha,
Mancham a memória,
Difundem-se ao olhar
E secam na neblina.

Como uma tinta vulcânica,
A luz sobre a sombra
Da silhueta do jardim de paisagens,
Está lá o intocável,
O mais admirado.

O estilo gladiador,
Um homem sob seu cobertor
Dizendo: "Viva a solidão",
Ponderando: "É pura pretensão",
E seu semblante triste.

Já disseram:
Matamos o que não podemos controlar.
Sendo assim, o fato dela
Eu arranco para mim.
A ideia abstrata
Facilita o esquecimento adquirido. 

Amo-a como jamais senti,
Amo-a que não posso sentir.

Outubro de 2017,
Thais Poentes

Nenhum comentário:

Postar um comentário