Levados Pela Poesia

quarta-feira, 25 de julho de 2018

480 - FLUIDUM

Escrever, como qualquer arte,
É sentir além de uma realidade objetiva.
É um mar de desejos e emoções 
Que se misturam com harmonia ou dissonância. 
É ser todos aqueles que já foram,
E estar com aqueles que aqui se encontram. 

Deixa de ser matéria e torna-se essência viva. 
Não se escreve, apenas deixa-se escrever, 
Dando toda liberdade ao fluir do pensamento. 

Se vale de alguma coisa, já não sei dizer, 
Apenas sei que essa vontade é difícil de conter.
Quando bate a paixão ou a desilusão, 
É quase impossível os deixar no coração, 
Por isso o escrever existe; é puro e expressão. 

(Augusto Fossatti) 





Nenhum comentário:

Postar um comentário