Levados Pela Poesia

sábado, 9 de março de 2019

CATEDRAL INFERNAL (OP.2 N.1)

Treze anos de espera e o fim. Quem liga realmente?
De base em base a educação coage,
Afinal, isto é, ou é algo apenas de passagem?
Sinto-me retraído, oprimido e violentado,
Ditadores inconscientes assopram conhecimento,
A desculpa é a mesma, o futuro, o direito.
Entretanto, não me sinto forte...
Ideias batem e rebatem por todos os cantos,
Penetram na mente adolescente,
Como consegue deitar e descansar em paz?
Professor! Como és tão frio e gentil!
O sistema pede, eles obedecem,
E a mente dos necessitados perece.
Sente-se e pelo menos assista ao show,
Lavagem, ninguém, nem demônio merece...

Treze anos de espera e o fim. Longe de ser verdade,
Continuamos aqui vivendo nesta bela cidade,
Cidade forte e desenvolvida, crescida,
Quem realmente liga? Enfraquecidos estamos,
Buscando algo a se prender,
Lá estão nos jornais: cure-se,
Visite as catedrais infernais, ganhe poder,
Vá, bando de animais, sigam tal destino,
Não são tão racionais?
Sem mais...

(Augusto Fossatti)

Nenhum comentário:

Postar um comentário